quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

DESCOBRINDO O QUE É VELEJAR - PURA PAIXÃO!


Angra dos Reis - RJ
Olá, Talvez você tenha acessado meu Blog por curiosidade e não tenha nenhuma afinidade com Esportes Náuticos, Barcos, Navegação etc; Mas, já que está aqui lendo esse texto vou falar um pouco sobre Liberdade que é, na essência, poder descobrir algo novo e que muitas vezes nem damos atenção, contudo está ali, aguardando nosso despertar.

Nosso planeta é composto por três quartos de mar, muito mar, e as grandes navegações marcaram porque possibilitaram a integração dos povos, eram valentes desbravadores, muito corajosos pois carregavam consigo pouca coisa que os ajudasse nesse imenso desafio, sem energia elétrica, comunicação, mapas precisos, com mantimentos limitados, enfim, em condições muito precárias se comparadas as condições atuais de um navegador, em caravelas pesadas e lentas eles deram voltas no globo, escreveram historias inimagináveis e descobriram continentes e povos.

Hoje, aquele que consegue fazer um grande cruzeiro em um veleiro, seja solitário ou em família, segue na verdade os mesmos passos de nossos antepassados, desbravando o mar, uma das maiores potencias da natureza, conhecendo povos, culturas e costumes, e tendo a oportunidade de escrever historias emocionantes e cativantes como as do Veleiro Luthier”, (http://www.veleiro.net/luthier), sobre suas viagens feitas em 2010 até 2012, recomendo que você veja o site, leia o início em 2010 e tenho certeza que você entrará em um novo espaço, interessante, dinâmico e que você jamais pensou que existisse.

Apenas nas ultimas 3 décadas tivemos um significativo número de aventureiros desbravando os mares pelo mundo a fora, resultado de toda tecnologia disponível e principalmente do espirito aventureira que tem nos empurrado até aqui.

Não subestime a frase “Há mais coisas entre o Céu e a Terra do que imagina vossa vã filosofia”. Fomos criados por Deus e feitos Imagem e Semelhança Dele, recebemos poder e capacidade intelectual, inteligência e liberdade para viver nossa vida com toda intensidade que o nosso intelecto alcançar e descobrir, por isso viva, porque a única certeza é que um dia nossa vida aqui termina e o tempo não volta.